Gerações


Foto do acervo 

Telejogo® 1 foi um eletrônico criado pela fusão de duas gigantes americanas a Philadelphia storage battery company ( Philco®) com a marca Ford® de construção automobilística. A Ford® compra a Philco® e lança uma maravilha que dias depois viraria uma das relíquias mais cobiçadas entre os caçadores de tesouros videogamísticos.



Foto do acervo

O Atari® foi o primeiro console a ter cartuchos intercambiáveis e isso era de suma importância para o mercado de desenvolvedoras de games, pois assim não dependiam de um lançamento de um console para incluir jogos na memória do mesmo. As desenvolvedoras podiam assim desenvolver mais jogos e lança-los imediatamente para o console. A diferença do Atari® para o Telejogo® era essa, o Telejogo® contava apenas com três jogos ( Tênis, Futebol e Paredão) enquanto o Atari® tinha uma gama infinita de jogos e isso foi uma das causas de sua derrocada.


Foto do acervo 


Na terceira geração nasce uma das mais acirradas batalhas entre os consoles, a Nintendo® apareceu com o carismático Mario Bros® , antigo Jumpman no Donkey Kong®, nessa aventura Mário foi promovido a encanador e tem que salvar a princesa cogumelo das garras do Bowser. O console americano da foto acima distoa totalmente do modelo japonês onde os pinos do cartucho e o próprio cartucho eram menores que o americano. No console ocidental o cartucho ficava escondido dando um ar de videocassete e isso foi proposital porque o mercado vinha de uma crise sem precedentes e a Nintendo® quis desassociar totalmente o videogame de um brinquedo e transformá-lo em uma central de entretenimento para família, daí o nome NES® ( Nintendo Entertainment System®) Sistema Nintendo de Entretenimento de 8 bits. O nintendinho como era chamado no brasil teria um concorrente de peso chamado Master System® da Sega®.


Foto do acervo 


A TECTOY® saiu na frente pois tinha com a licença da SEGA® japan para a produção do MasterSystem® de 8bits e com isso o console venderia igual pão quente pois era bem mais barato do que o NES® que não era fabricado no Brasil. Em contrapartida uma chuva de clones como o Dynavision® da Dynacon® e o Phanton System® da Gradiente® eram os clones mais vendidos do nintendinho , eu mesmo só jogaria Mega Man® e Mario Bros® em um Dynavision 3® que tinha 2 slots , um para cartuchos o japonês de 60 pinos e o americano de 72 pinos. Embora os jogos de nintendinho fossem legais o console da Sega® não ficaria atrás pois vinha com Alex Kid in Miracle World®, MoonWalker®, Castle of Ilusion®, Sonic®, Jogos de Verão® , Shinobi® e etc. Ai começava a guerra não somente entre os consoles mas em quantidade e em qualidade de jogos a serem desenvolvidos.













0 comentários:

Postar um comentário